Untitled Document
Clique para mais informações!
Clique para mais informações!
Clique para mais informações!
       
Clique para mais informações!
Clique para mais informações!
       
Clique para mais informações!
       
Clique para mais informações!
Clique para mais informações!
Clique para mais informações!
       
Clique para mais informações!
       
Clique para mais informações!
Clique para mais informações!
Clique para mais informações!
       
Clique para mais informações!
       
Clique para mais informações!
   
       
 
 


ACOMPANHAMENTO PARA PIAN0

A partir do estágio 2 ou 3 do curso de Teclado, o aluno poderá optar pelo curso de acompanhamento, onde junto com o curso de Teoria Prática, aprenderá como acompanhar um solista ou uma banda. O curso de Harmonia, que é outra condição básica, estará inserido no próprio método, Portanto mais uma vez, o aluno aprenderá de uma maneira muito prática, através de exercícios que comprovarão o aprendizado. Tudo com a assinatura TKT e Jether (pianista acompanhante de cantora Zizi Possi)

PROGRAMA

BÁSICO - Definição de Acompanhamento, Tipos de Acompanhamento, Campo Harmônico de Do Maior, Exercícios Técnicos, Escalas Maiores com Sustenidos, Círculo das Quintas, Encadeamento de Acordes, Tríade Maior, Arpejo da Tríade Maior, Quebrando o acorde, Graus da Escala, Escalas maiores com Bemóis, Rock, Tríade com Bemóis, Baixo Altrernado, Tríade Menor, Baixo Caminhante, Escalas relativas Menores, Tonalidade, Padrão Rock Balada,Marcha Rancho, Bossa Nova Progressão do Baixo, Dead Spot, Filler

INTERMEDIÁRIO - Tríades em escalas maiores, Tetracordes em escalas Maiores, Tetracordes em Escalas menores Naturais, Tetracordes em Escalas Menores Harmônicas, Tetracordes em escalas Menores Melódicas, Pentacordes, Acordes de Suporte I, Acorde de Suporte II, Repertórios para aplicação, Arranjo do autor.

 

PIANO DIGITAL

Acompanhando as tendências do mercado didático musical, através das Feiras Internacionais de Frankfurt e Los Angeles, a TKT lança o curso de Piano Digital em 1996. Trata-se de um curso onde o aluno aprende a executar peças populares e eruditas no Piano, tanto Digital como Acústico, através de um método rápido e prático. O curso vem acompanhado de um disquete a partir do estágio 4.

PROGRAMA:

ESTÁGIO 1- Acorde C, G, F, G7

Apresentação do Teclado, Dedilhado, Clave de Sol, Compasso, Pauta, Valores das Notas, Ligadura, Pausa Anacruse, N.A., Rittornello, Linhas Suplementares, Ponto de Aumento, Chave 1 e 2, Fermata, Oitava Superior, Padrões Rítmicos, Exercícios, Exercícios Técnicos

ESTÁGIO 2 - Acordes D7, Dm, Em, E7, A7

Sinais de Alteração, Sinais de Repetição, Escalas Maiores com Sustenido, Compasso Binário, Escalas Relativas Menores Pura, Harmônica e Melódica, Tercinas, Simile, Oitava Superior, Bequadro, Síncope, Exercícios Técnicos, Repertório Aplicativo.

ESTÁGIO 3 - Acordes Bb, Gm, Eb, Em-5, C7, Cb7, Gb, Gbm

Escalas Maiores com Bemóis, Fade Out, Moderato, Sinais de Dinâmica, Arpejo, Staccato, Tenuto, Legato, Notas na Clave de Fá, Compassos Compostos, Quiálteras, Uso do Pedal de Expressão, Exercícios Técnicos, Repertórios Aplicativos.

ESTÁGIO 4 - Acordes Em7, C#Dim, A7 sus 4.

Contramelodia, Baixo, Padrões Rítmicos, Acorde de Bloco, Formação de Acordes Maiores, Menores, Dominantes, Diminutos, Sus 4, Aumentados, Acordes Maiores com Sétima Maior, Inversão de Acordes, Transposição, Sinais de Dinâmica, Exercícios Técnicos, Apogiatura, Aplicação do Aprendizado nos Repertórios.

ESTÁGIO 5 - Acordes de 9a Maior, Menor, 11a, Encadeamento de Acordes, Introdução, Gravação Sequencer em Pistas, Finalização, Trinado, Acordes em Posição Aberta, Antecipação, Retardo, Fake, Exercícios Teóricos, Repertórios Aplicativos.

ESTÁGIO 6 - Gravação em 4 Pistas - Orquestração, Improviso, Criação de Acompanhamento, Modulação, Análise Musical, Círculo das Quintas, Exercícios para Cifras Melodias, Progressão de Acordes, Arranjo, Baixo Caminhante, Clichê, Quiálteras, Compassos Compostos, Compasso Quinário.

 

PIANO POPULAR

A TKT viu e aprovou o Curso de Piano Popular da nossa querida amiga Rosana Giosa, que elaborou com muito cuidado o método, que ensina a harmonia necessária para tocar o Piano Popular sem segredos. Composto de 2 Métodos e 3 Repertórios, Todos com cd de apoio.

PROGRAMA:

MÉTODO 1 - Semitom, Tom, Intervalos Melódicos, Modo maior Diatônico, Escalas maiores com Sustenidos e Bemóis, Estudo prático das Escalas, Tonalidades menores, Cifras, Tríade, Estudo Prático das Tríades, Inversão dos Acordes, Estudo Prático das Inversões, Padrão Rítmico, Variações Rítmicas, Repertório Aplicativo, tabela de Padrões e variações.

REPERTÓRIO 1 - Yellow Submarine, A Casa, Blue Moon, Stairway to Heaven, Let it Be, O que é o Amor, The Entertainer, Dois Corações, Love of My life, Até Quem Sabe, Stars, Solidão, Moonglow, Tema da Vitória.

MÉTODO 2 - Esquema de estudo para Repertório, Mudança de oitava na Melodia, Acordes na Melodia, Harmonização na Melodia, Modo Menor, Oitavas na Melodia, terças na Melodia, Campo harmônico do Modo Maior, Escalas, Sextas na Melodia, escala Diminuta, Melodia Dobrada com Acordes no Meio, Campo Harmônico Menor, Tabela de Padrões e variações Rítmicas, Repertório Aplicativo.

REPERTÓRIO 2 - Unchained Melody, Mania de você, The Long and Winding Road, Amor de Indio, The Shadow of Your Smile, Amar é Tudo, Nuovo Cinema Paradiso, Se eu Quiser Falar com Deus, Blade runner, O Barquinho, They Vant Take That Away from Me, Meu País, Isn't She Love, Corcovado.

REPERTÓRIO 3 - Nascente, Minueto em Sol Menor, Inútil Paisagem, Milagreiro, I'm In The Mood For Love, Faltando Um Pedaço, Garota de Ipanema, Billie's Bounce, Chovendo na Roseira, Night and Day, Ela é carioca, Take Five, Wave, Cantaloup Island, Tabela de Acordes.



ACORDEÃO

O curso é conjugado com a COLEÇÃO MASCARENHAS PARA ACORDEÃO, série esta de doze volumes de exercícios de Grandes Mestres do Piano, transcritos para Acordeão, sendo cada livro dedicado a um ano do Curso visando as provas de exame.

O curso é composto de exercícios, peças e estudos do Piano, bem como incluindo Bach, com suas Invenções a 2 e 3vozes, Suítes Francesas e Inglesas, Prelúdios e Fuguetas, Prelúdio e Fugas etc.

Método: Método de Acordeão Mário Mascarenhas

Editora: Ricordi



BABY CLASS

É um equívoco pensar que as competências musicais do bebê sejam mínimas. Durante nove meses, ele permanece imerso num mundo sonoro muito rico, o útero materno. Seu aparelho auditivo está maduro aos cinco meses de gestação e as pesquisas comprovam as surpreendentes competências musicais do bebê já nesse momento.

A música pode acalmar o bebê – atuação anti-estresse.

A música ajuda a desenvolver o bebê – participação na formação de novos circuitos neuronais e do desenvolvimento cognitivo e motor.

A música permite ao bebê comunicar-se com as pessoas mais próximas e com o mundo - música e brincadeiras criarão uma cumplicidade afetiva entre o bebê e a mãe, ou entre ele e outras pessoas que o cuidem.

O bebê desenvolverá auto-estima, auto-confiança e conquistará facilmente seu lugar na vida social.



BATERIA

Ampliando sua área de atuação, a TKT, preocupada em atender os estudantes de música de outros instrumentos, contou com a experiência de um dos maiores bateristas do Brasil , Duda Neves, que desenvolveu o Curso TKT de Bateria, dividido em 6 estágios, acompanhado por 1 CD, onde o aluno consegue sentir-se tocando numa banda.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 -Ritmos e Viradas Básicas, Valores Positivos e Negativos, Componentes da Baqueta no Pentagrama, Ritmos Básicos, Ritmos e Viradas, Tipos de Baquetas, Tipos de Pele, Tipos de Pratos, Posição dos Pés e das mãos, Uso do prato de ataque, Exercícios de velocidade para as mãos, Bumbos em Colcheias + Codução em Colcheias, Semínimas, Semicolcheias, Codução no Contratempo, Bumbos em Tercinas + condução em Tercinas, Semínimas, Semicolcheias, Bumbos em Semicolcheias + condução em Colcheias, Semínimas.

ESTÁGIO 2 - Bumbos em Semicolcheias + Condução Dobrada no Chimbal, Contratempo, Controle no Chimbal, Desenhos de Caixa, Desenhos de Mão esquerda, Uso do Paradiddle, Uso do Drag, Uso de notas Fantasmas, Abertura de Chimbal em Colcheias, em Tercinas, em Semicolcheias, Variações

ESTÁGIO 3 - Shuffle, Dois Bumbos em Shuffle, Viradas Shuffle, Rap Shuffle, variações na Condução, Funk Music, Dance Music, Pedal ou Bumbo Duplo, Bumbo Duplo em Tercinas, Varação de Bumbo Duplo em Sestinas, Desenhos e Viradas com Bumbo Duplo.

ESTÁGIO 4 - Compassos por 4 em Rck, Compassos por 8 em Rock, Compassos por 2 em Rock, Compassos por 16 em Rock, Ritmos Samba, Jazz, Blues, Viradas, Blues Notas Fantasmas, Reggae em Colcheias e Semicolcheias, Reggae-Shuffle, Viradas reggae - Colcheias, Tercinas.

ESTÁGIO 5 - Rap, Jazz, Jazz-Variações de Caixa. Jazz-Acentos, Jazz-Variações, Uso do Bumbo, Viradas em Tercinas e Sestinas, Jazz Waltz, Jazz 5/4, 7/4, Rudimentos Simples e duplos, Rudimentos-Paradiddle, Rudimentos com Flam, Rudimentos com Drag

ESTÁGIO 6 - Rulo de 5 Toques, Paradiddles, Flam, Uso dos Drags, Samba 1, Samba Pop, Samba Funk, Baião - Ó Xente Music, Carnaval - Axé Music, Olodum, Ritmos Latinos, Parturas



CAVACO / BANJO

Lançado em 1999 pela TKT e Robson Miguel, renomado músico, com referências internacionais, simultaneamente com a ascensão do Pagode e do Chorinho no Brasil. É realmente um método que vai satisfazer aqueles que esperam montar um grupo musical de pagode/samba ou chorinho.

PROGRAMA:

ESTÁGIO 1 - Partes do Cavaco, Palheta, Regulagem do Cavaquinho, definições teóricas, A mão esquerda, Acordes, Acidentes Musicais, Fórmulas de Compassos, A Escala Natural ou Diatônica, Tablatura, Escala cromática com Sustenidos, Enharmônicas, Quiálteras, Repertórios.

ESTÁGIO 2 - Escalas Maiores, Graus, Escalas maiores com Bemóis, Tríade, Formação de Acordes, Campo Harmônico, Propriedades do Som, Exercício de velocidade, Transposição, Repertórios.

ESTÁGIO 3 - Diapasão, Afinação, Escala Cromática com Sustenidos a partir da 9a casa, da 13a casa, 17a casa, Acorde de Sétima, Acordes Aumentados, Diminutos, Repertórios.

ESTÁGIO 4 - Acordes montados sobre a escala de Ré Maior, Dó Maior, Escalas Maiores com Bemóis, Acordes Dissonantes, Acordes de Preparação, Acordes Dependentes, Acordes Estáveis, Repertórios.

 

CAVACO / BANJO PREPARATÓRIO

Sentindo falta de uma introdução do curso de Cavaco com exercícios técnicos e repertório fácil, Damiro Lucchesi se ofereceu para criar um curso preparatório com CD de apoio. Formado em Cavaco/Banjo pela ULM, fez turnê com o grupo “Sabe Sambar” pela Argentina e Uruguai, acompanhando também Jorge Aragão, Tobias da Vai Vai, Negritude Jr entre outros.

PROGRAMA: Introdução, Notas Musicais, Nomenclatura dos dedos, Acordes, Exercícos de articulação, Seqüência de Do Maior, Padrões Rítmicos, Notação Musical, Figuras e Valores, Penagrama e Tablatura, e Repertório Musical.



CONTRABAIXO

Numa formação de banda, não poderíamos esquecer do Contrabaixo. Para desenvolver o método, a TKT juntamente com Jorge Pescara criou um método prático e fácil onde o aluno já nas primeiras lições poderá acompanhar a sua banda. Composto de 6 estágios.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 - Partes do Contrabaixo, Afinação, As mãos no Contrabaixo, Trastes, Valores das notas, Compassos, Acidentes Musicais, Sinais de repetição, Ligadura, Ponto de Aumento, Exercícios com Cordas Soltas, Escalas Maiores com Sustenidos e Bemóis, Arpejos, Cifras, Campo harmônico maior, Modos Gregos, Exercícios técnicos.

ESTÁGIO 2 - Pausas, Escalas Menores com Sustenidos e Bemóis, Arpejo menor, Campo Harmônico menor, Cèrculo das Quintas, Modos Gregos.

ESTÁGIO 3 - escalas menores Harmônicas, Arpejos, Escalas menores Melódicas, Escalas Diminutas, Padrões Tétrades na escala Diminuta, Escalas Aumentadas.

ESTÁGIO 4 - Técnicas Avançadas de Pizzicato, Palheta ou Plecto, Exercícios de Coordenação com Palheta, Notas Abafadas, Notas Mortas, Deslocamento Ritmico com Acentuação, Com Oitavas, Ornamentosm Bend ou Torção, Vibrato, Trêmolo, Rake ou Rasqueado, Ligaduras, Metrônomo, Tabela Complementar de Escalas, Repertórios Aplicativos

ESTÁGIO 5 - Improvisação no Blues, Escala Mixolídias sobre os acordes, Escalas Pentatônicas em inversão de V7 sobre os acordes, Escalas Pentatônicas Menores, Progressão escalística através dos acordes, Fragmentos de escalas através dos acordes, Bass Walking solo, Escalas Modais, Escala própria do acorde,Explorando a escala total do instrumento, Substituição de acordes formados a partir de suas próprias terças, Progressão de acordes com substituição

ESTÁGIO 6 - O último estágio é a comprovação de tudo visto até aqui. Repertórios de Rock'n Roll, hard Rock, Pop Rock, Blues, R&B, Blue Jazz, Jazz Modal, Afro Latin Jazz, Fusion, Bossa Nova, Samba Canção e \\samba Funk

 

Pensando no aluno totalmente iniciante, que quer todas as dicas para quem nunca tocou o Contrabaixo, criamos juntamente com o profissional Ximba, o Curso TKT de Contrabaixo Ximba. Com uma sequência didática testada e comprovadamente funcional, ele dá dicas de postura, função do instrumento na banda, exercícios de alongamento, teoria integrada em cada lição, exercícios de técnica, e o que é melhor, o repertório fica a cargo do professor, que vai oferecer exatamente o que o aluno gosta de tocar. Cada método acompanha um CD de orientação e exercícios para o aluno acompanhar.
E na sequênicia, o aluno poderá optar em continuar com o curso TKT de Contrabaixo com o Ximba ou Jorge Pescara, já consagrado no mercado.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 - Funçõao do Instrumento na Banda, Anatomia do Contrabaixo, Postura, As Notas no Braço, Exercícios de Alongamento, Tablatura, Introdução a Teoria, Exercícios para Mão Direita, Exercícios Ritmicos, Exercícios com Cordas Soltas, Cifras, Intervalos, Escalas Pentatônicas, Análise Intervalar das Pentatônicas, Formação de Acordes, Tríade Posição Fundamental, 1a Inversão, 2a Inversão, Exercícios de Repertórios Aplicaivos.

ESTÁGIO 2 - Escalas maiores e Menores, Ciclo das Quintas, Modos Gregos, Análise, Estudo das Tríades, Tétrades, Estudo dos Modos Gregos no Padrão Vertical com as 3 Digitações Possíveis, No Padrão Horizontal 2 Oiavas, Músicaa para Aplicação das Escalas e Arpejos para Acordes Maiores com Sétima Maior, Para Acordes maiores com Sétima Menor, Para Acorde Menores com Sétima Menor, Forma~ção dos Acordes, Tríades no Padrão de 2 oitavas, Estudo das Tétrades, Acordes no Campo Harmônico Maior, Aplicação dos Acordes nos repertórios

ESTÁGIO 3 - Introdução ao Slap, Nomenclatura e Exercícios Técnicos no Slap, Postura de Abafamento de Cordas e Grooves de Slap, Arpejos de Tétrades do Campo Harmônico Maior, Exercícios de Slap Hammer-on e Notas Abafadas, Estudo dos Arpejos do Campo Harmônico Maior, ampliado até a 11a, Estudo de Contratempo Pozzoli, Grooves de Slap, Padrões de Modos Gregos de terça, 3 e 4 Notas, Aplicação do Aprendizado em Repertórios.



CORAL INFANTIL

No Coral Infantil  trabalharemos técnicas vocais como respiração, palato, empostação e postura através de dinâmicas lúdicas e eficazes para que o aluno aprenda da melhor forma.

O curso é dividido em músicas educativas, folclóricas, MPB e cantigas de roda com coreografia.

Através do canto as crianças adquirem conhecimentos fundamentais da linguagem musical e desenvolve acuidade auditiva, senso rítmico e afinação. Trabalhando repertório adequado à faixa etária.


CLARINETA

No curso de clarineta é ultilizado Méthode Compléte de Clarinette de H.KLOSÉ.
Esse método consiste em dois volumes.

Primeiro Volume:
Elementos de mecanismo, para desenvolver a técnica;
Primeiros estudos de escalas e registros;
Articulação expressão ornamentos e arpejos;
Duetos de fáceis execuções para serem tocados com o professor;

Segundo Volume:
Elementos de mecanismo mas complexos;
Quinze grandes duos;

Obs.: Aliado a esse método, também é utilizado músicas populares como: choros, e música popular brasileira e música gospel. De acordo com o perfil musical do aluno. 



FLAUTA DOCE

A flauta doce é um instrumento de sopro direto, onde o som é produzido por um bocal contendo um apito, e um tubo cônico ou cilíndrico contendo diversos furos. A origem deste instrumento está nos antigos instrumentos folclóricos que ainda podem ser encontrados em diversas partes da Europa.

PROGRAMA

ESTÀGIO I : História e Definições sobre a Flauta doce, Noções Básicas de Teoria Musical. Neste estágio utilizamos o livro “Primeiro Caderno de Flauta Block”, em que os exercícios são ordenados pelas dificuldades crescentes

ESTÀGIO II: È utilizado o livro “Minha doce Flauta doce” de autoria do mestre Mário Mascarenhas. O aluno tomará conhecimento de todas as posições do instrumento, inclusive as auxiliares além de estudos para prática das notas acidentadas, escalas e um repertório de músicas conhecidas.



FLAUTA TRANSVERSAL

A flauta é um dos instrumentos mais antigos que se conhece, tendo sido sempre muito utilizado, pela sua facilidade de construção e pelo som melodioso, de timbre doce e suave que produz.
Até o barroco, a flauta transversal dividia igualmente o campo da instrumentação com as flautas retas, como a flauta doce. A partir do século XVIII, passou a ser mais importante.

PROGRAMA

O curso de flauta transversal reuni a teoria e a prática, sem esquecer dos exercícios como leitura de partituras e improvisações.
No curso de flauta transversal, as aulas seguem toda uma ordem. A base teórica é aplicada e a parte prática segue evoluindo juntamente com o aluno.

Estágio I: História da Flauta, embocadura, respiração, forma postural, leitura musical (clave de sol em duas oitavas), posições no instrumento e noções básicas de teoria musical aplicada à prática do instrumento.

Estágio II: Noções básicas de teoria musical, notas graves e agudas, sinais de alteração, armadura de clave. Na prática: stacatto e legatto, vibrato, glissando, harmonia, improvisação.



GAITA CROMÁTICA

O Curso TKT de Gaita Cromática foi criado pelo músico Lucas Masterfield, que desenvolveu um método exclusivo com CD de apoio, e repertório adaptado a cultura do Brasil.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 - A História da Gaita, Conselhos para o Iniciante, Produzindo uma Nota, Respiração, Codificação, Gaita Cromática, escla de Do maior, Noções Teóricas, exercícios Teóricos, Estudo em 3 por 4, Glissando, Valores Positivos e Negativos, Sinais de Alteração, Sinais de Repetição, Vibrato, Repertório Aplicado.

ESTÁGIIO 2 - Grandes Gaitistas, Dós e Fás com Chave, Escala de Do M com chave, Escala Cromática, Estudo cromático, Intervalos, Quiáltera, Escala Menor, Armadura de Clave, Ciclo das Quintas, Estudo de uma Nota Pedal, Ciclo das Quartas, Repertórios Aplicado.



GAITA DIATÔNICA

A gaita teve sua origem em um antigo instrumento chinês, o sheng, que foi inventado há mais de cinco mil anos e que funciona pelo princípio de palhetas livres.
Em 1821 um relojoeiro alemão chamado Christian Ludwig Buschmann inventou um instrumento semelhante à gaita atual com 15 palhetas e 10cm de comprimento, mas esse instrumento foi encarado como um brinquedo e não foi considerado adequado para a execução musical. Em 1857 um outro relojoeiro alemão, Matthias Hohner, fundou uma companhia e começou a fabricar as chamadas harpas de boca ou órgãos de boca com 10 furos. O instrumento passou a vender muito bem na Alemanha, França, Itália e nos Estados Unidos.
Na Europa a gaita se tornou um instrumento muito popular na música folclórica e surgiram bandas e orquestras especializadas neste instrumento. Nos Estados Unidos foi muito utilizada na música country. Com o surgimento do blues no início do século XX, a gaita chegou ao seu auge e daí garantiu a participação em outros gêneros musicais, como o jazz, folk music, rock and roll e até na música clássica.
O ensino da harmônica se adequa a cada aluno que, em diferentes níveis técnicos e gosto musical, terão atenção diferenciada.
Embocadura, escalas, exercícios de articulação, efeitos para o instrumento, microfonação e técnica de conjunto são aplicadas sempre seguidas de exercícios de percepção musical.



GUITARRA

Um dos instrumentos mais procurados por adolescentes, e a TKT, preocupada em atendê-los no ensino correto e sério, criou o Curso TKT de Guitarra by Wesley Caesar, que com o mesmo critério de todos os cursos da rede TKT, também possui 6 estágios progressivos, com CD.

PROGRAMA

PREPARATÓRIO (ESTÁGIO 1) - A Evolução da Guitarra, O que é a Guitarra, Nomenclatua da Guitarra, O Repertório de música na Guitarra, Definições Gerais, Sistema Musical Ocidental, Leitura Ritmica, Valores Positivos e Negativos, Grupos Ritmicos, Leitura melódica, Intervalos no Braço da Guitarra, Acordes no Braço da Guitarra, Grooves, Introdução à Técnica, Elementos Básicos Principais da Técnica da Guitarra, Riffs e Licks

BÁSICO (ESTÁGIO 2) - Breve história da Guitarra, Os guitarristas Americanos, Ingleses e Brasileiros, Anatomia da Guitarra, Parte Física e Elétrica da Guitarra, Leitura Ritmica e Melódica, Posicionamento das notas no Braço da guitarra, escalas e Acordes, pentatÕnica nas 5 Inversões, Grooves, Desenvolvimento das Habilidades Motoras no Solo, Exercícios de Articulação de 3 dedos, Hammer-on, Pull-Off, Bend, Reverse Bend, Vibrato, Bend com Vibrato, Picking Harmônico, Mute, Slide, Trêmulo, Rifs e Licks, Estudos Complementares Escala/Acorde.

ESTÁGIO 3 - Articulações em 3 notas por tempo, Escalas maiores e Mmenores com a Pentatônica respectiva, escala de Rock e Blues, Campo Harmônico Maior, Intervalos, Locação Geométrica, Intervalos, Exercícos de Articulações na Mão Esquerda, Acordes, Repertórios Aplicativos.

ESTÁGIO 4 - Arpejo, Locação Geométrica da Tríade Maior, menor, Aumentada, Diminuta, Exercícis de Articulações, Escalas Maiores e Menores com Bemóis e a Pentatônica respectiva, Campo harmônico, Sweep Picking, Simetria, Acordes, Base Harmônica, Groove, Solos, Aplicações de Pentatônicas.

ESTÁGIO 5 - Modos da escala Maior (Jonio, Dórico, Frígio, Lidio, Mixolidio, Eólio, Lócrio), Inversão da pentatônica, Campo Harmônico menor, Exercícios Técnicos, Escala Maior e Menor Harmônica, escala Menor Melódica, Acordes, Base harmônica, Solos Aplicativos, Quadro Geral dos Intervalos, Posicionamento das notas no braço.

ESTÁGIO 6 - Exercícios de Articulações, Escala Diminuta, Escala Dominante Diminuta, Exercícios Intervalos de 9a, 10a, 11a, 12a, 13a, Escala Hole-Tone, Escala Aumentada, Locação geométrica ds Tétrades, Repertório Aplicativo, Guitarristas Famosos.



MUSICALIZAÇÃO INFANTIL

TKT
Elaborado para crianças não alfabetizadas, a partir de 4 anos, cujo instrumento base é o Piano/Teclado. É um método totalmente ilustrado, criado através de estudos e seminários realizados no Japão. Composto por 4 estágios onde são abordados noções de ritmo, leitura de notas, canto, instrumentos rítmicos e brincadeiras infantis como cantigas de roda. A criança vai brincar como criança, colorindo todo o método e aprendendo as letras da músicas.
O curso acompanha disquete de apoio.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 - Acorde C, G
Instrumentos: Teclado/Piano, Flauta, Triângulo, Pandeiro, Trumpete, Guizo, Violoncelo, Claves
Definições: Extensão do teclado, Dedilhado, Notas Musicais, Valores Semínima, Mínima, Semibreve. Ritornello, Pausa da Semínima, Atividades musicais em forma de brincadeiras, pinturas, execuação das músicas alernadas com as letras da músicas onde os alunos cantam ou tocam instrumentos rítmicos.

ESTÁGIO 2 - Acorde F
Instrumentos: Oboé, Contrabaixo, Castanholas, Tuba, Clarinete, Conjuntos com os instrumento Ritmicos e Teclado/Piano
Definições: N.A., Compasso ternário, Ponto de Aumento, Ligadura, Ritornello, Pausa da Mínima, Execução da escala de Do Maior com a mão direita, Dinâmica dom os alunos intercalando conjunto com instrumentos ritmicos, cantar a letras da músicas junto com o profesor, brincadeiras com lápis de cor.

ESTÁGIO 3 - Acordes D7, Am, arjejos dos acordes com a mão esquerda, padrão de valsa
Instrumentos: Trombone, Piano, Acordeão, Guitarra, todos os instrumento rítmicos dos estágios anteriores
Definições: Clave de Fá, Cânone, Escala da Do Maior em clave de fá tocada com a mão esquerda, Pausa da Semibreve e colcheia, Sinais de repetição, Repertório mais elaborado com letras de músicas

ESTÁGIO 4 - Acordes G7, Dm, E7, Bb, A, Gm, Em, Ab. Aluno já consegue tocar arranjos em clave de sol e fá simultaneamnete, com padrões trabalhados, sem uso de acordes automáticos.
Definições: Chave de repetição 1 e 2, Sinais de Repetição, Síncope, Sinais de Alteração, Quiálteras, Sinal de 8a sup, Fermata, Acidentes na armadura de clave.
O aluno terminando o estágio 4 estará apto a se transferir para o estágio 3 do curso TKT de Teclado ou Piano Digital.



ÓRGÃO ELETRÔNICO

TKT
É o curso pioneiro. Existe desde 1984, onde chegamos a 25.000 alunos em todo o Brasil.Composto de 6 estágios, é o carro chefe da TKT, que graças ao seu sucesso e seriedade, conseguimos a meta de 19 cursos lançados orgulhosamente pela TKT, com exclusividade às nossas Escolas Autorizadas.

PROGRAMA
ESTÁGIO 1 - Acordes C, G, F, G7, Fm
Definições: Dedilhado, Compasso Quaternário, Ternário, Clave de Sol, Barras, valores das notas, Ponto de Aumento, Ligadura, valores positivos e pausas, N.A. , Anacrusa, Rittornello, Padrões Ritmicos de swing, Valsa, Sinais de alteração.

ESÁGIO 2 - Acordes Dm, Am, E7, D7, A7
Definições: Clave de Fá, Baixo Alternado, Chave 1 e 2, 8a Sup., Sinais de repetição, Fermata, Tercina, Sinais de alteração, padrões rítmicos arpejados

ESTÁGIO 3 - Acordes Em, C/G, Bb, B7, Cm, E, F#dim
Definições: Sinais de Repetição, Simile, Contramelodia, Síncope, Staccato, Glis., Fade Out, Legato, Sinais de dinâmica, Escalas Maiores com Sustenidos, Escalas Menores, padõres rítmicos Latinos, Baladas, Disco, Marcha, Bossa Nova

ESTÁGIO 4 - Acordes C7, Ab, Gm, Eb, F7, Bbm, D, Gb, Gbm
Definições: Escalas Maiores e menores com bemóis, Compasso Binário, Compassos Compostos, Filler, Clichê, tenuto, Unidade de Tempo, Unidade de Compasso, Modulação, padrões rítmicos Country, Slow Rock, Marcha Rancho

ESTÁGIO 5 - Intervalos, Formações de Acordes, Filler, Grupeto, Trinado, Acorde Sus, Padrões Rítmicos trabalhados e de média dificuldade, Arranjos elaborados, com estilos variando do Latino, Clássico, Disco, Pop, ao MPB.

ESTÁGIO 6 - Progressões de Acordes, Formação de Acordes de 5 sons, Baixo Caminhante, Transposições, Ênfase a arranjos elaborados com dificuldade média a difícil, Padrões Rítmicos bem trabalhados em tonalidades de dificil execução.



PERCUSSÃO

Mestre Dinho, percussionista do grupo Havana Brasil é o autor de nosso Curso TKT de Percussão. Formado pela Berklee College of Music ( Regente, Compositor e Arranjador) em Boston, com especialização em Percussão e Ritmos Latinos e Afros. Sem dúvida, dispensa comentários.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 - RITMOS AFRICANOS - Africa, Tambor como referência permanente, Instrumentos primiivos, Instrumentos mewtálicos, Idéia Melódica, Combinando os sons.

estágio 2 - RITMOS CARIBENHOS - Cow-Bell, Clava, Guiro, Bongô, Tumbadora, Congas-Tumbao, Congas-Manmbo, Congas-Guajira, Congas-Reggae, Congas-Merengue, C onga- Ritmos Afro.

ESTÁGIO 3 - INSTRUMENTOS BRASILEIROS - Ganzá, Afuchê, Triângulo, Tamborim, Pandeiro, Atabaque, Surdo, Caixa, baquetas, Cymbal, Reco-Reco, Repinique, Tantan, Timba, repique de mão, Cuíca, Zabumba, Berimbau.



PIANO CLÁSSICO

Objetivo geral

O curso de piano do Centro de Educação Musical Holanda tem por objetivo fazer com que o estudante de música domine a execução do repertório pianístico em seus aspectos cognitivos, estilísticos, técnicos e expressivos. Estes aspectos da prática instrumental, além de contribuírem para o desenvolvimento especificamente musical, pretendem integrar a formação artística, intelectual e humanística global do estudante de piano, respeitando suas particularidades enquanto indivíduo dotado de sensibilidade, inteligência e afetividade.

Duração do curso
O tempo de duração para conclusão de cada estágio dependerá de uma série de fatores (tais como empenho individual do aluno, maior ou menor facilidade para aprendizado do instrumento, a existência de experiências musicais prévias e/ou de trabalho de musicalização), mas é possível estimar a conclusão do curso em 06 anos (para estudantes a partir de 11 anos de idade).

Estruturação do curso
No intuito de preservar a individualidade de cada aluno ao mesmo tempo em que asseguram bases técnicas e expressivas sólidas para a execução pianística, os componentes curriculares do curso de piano abrangem, tanto quanto possível, os mais diversos perfis de aluno existentes, sobretudo no que diz respeito à motivação pela qual o aluno é levado a estudar o instrumento.
Sendo assim, o curso se estrutura em três estágios:

  • Tronco comum: os alunos tomarão conhecimento dos fundamentos básicos da leitura e execução instrumental, bem como dos elementos mais recorrentes na literatura pianística em geral. Esta etapa constitui um tronco comum de conteúdos para as etapas subseqüentes.
  • Aprofundamento: nesta etapa, os alunos escolherão uma das modalidades do curso de piano (piano erudito ou ateliê pianístico), conforme suas necessidades e objetivos com o estudo do instrumento.
  • Aperfeiçoamento: nesta etapa, os alunos que já tiverem concluído uma das modalidades do curso de piano poderão continuar seus estudos, de modo a aprimorar os conhecimentos e habilidades desenvolvidas durante os anos anteriores de aprendizado.

Os estágios de iniciação e aprofundamento, por sua vez, se dividem nos seguintes níveis:

Tronco comum
Musicalização:
Ementa: Desenvolver os alicerces do conhecimento e da prática musical, de forma lúdica e prazerosa por meio de diversas atividades ao piano. As aulas poderão ser dadas individualmente ou em grupos pequenos (no máximo 3 crianças), conforme a necessidade dos alunos.
Habilidades a serem desenvolvidas: Criatividade, introdução aos elementos básicos da teoria musical (figuras, localização das notas das claves de sol e de fá, signos de compasso etc.), capacidade de reconhecimento e aplicação dos conhecimentos a diversas situações (transferência de aprendizagem), autonomia, execução de repertório adequado ao nível.

Iniciação infantil:
Ementa: Desenvolver o trabalho de repertório, abordando questões básicas da técnica pianística, da teoria musical aplicada à execução e da expressividade musical.
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Reconhecimento de padrões (acordes, arpejos, escalas, tonalidades, posições da mão);
b) Reconhecimento da grafia musical em seus mais diversos aspectos (incluindo sinais de alteração, agógica, fraseado, andamento e expressão);
c) Leitura rítmica (compassos binários, ternários e quaternários simples) e de alturas (nas claves de sol e de fá da 4ª linha);
d) Desenvolvimento de aspectos paramusicais aplicáveis à execução musical: perda da timidez, capacidade de expressão verbal, memorização, curiosidade, interesse pela pesquisa, autonomia, autoconfiança;
e) Composição musical e improvisação;
f) Percepção musical (reconhecimento auditivo);
g) Realização de pequenas harmonizações com a utilização dos acordes dos graus principais das tonalidades estudadas;
h) Execução de escalas cromáticas (a partir de 10 anos).
 
Iniciação I (alunos a partir de 11 anos, musicalizados ou não):
Ementa:Apresentar os elementos básicos da leitura musical e da execução e literatura pianísticas, com ênfase no desenvolvimento da lateralidade músico-motor (movimentos paralelo, contrário e oblíquo), na localização espacial segura das mãos sobre o teclado, bem como a execução de padrões melódicos e harmônicos simples (escalas, arpejos e acordes) e pequena variedade rítmica. Introdução aos elementos básicos da postura corporal (torso e membros superiores e inferiores).
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Reconhecimento e execução das tonalidades de Dó, Fá e Sol maiores e menores (naturais), bem como suas escalas (ascendentes e descendentes com mãos separadas, em 01 oitava), arpejos, acordes (em estado fundamental, com cifras) e graus principais (I – IV e V);
b) Execução de trechos simples em movimentos paralelo, oblíquo (mãos juntas ou alternadas) e contrário;
c) Execução a partir do reconhecimento da posição das mãos;
d) Desenvolvimento da expressividade musical;
e) Execução de repertório adequado ao nível;
f) Reconhecimento de compassos binários, ternários e quaternários simples;
g) Acento métrico dos compassos estudados;
h) Reconhecimento de sinais de alteração, expressão e agógica;
i) Transposição e harmonização de pequenos trechos musicais nas tonalidades estudadas;
j) Execução de escalas cromáticas;
k) Leitura à primeira vista de pequenos trechos musicais em uma clave (adultos).

Iniciação II (alunos a partir de 11 anos, musicalizados ou não):
Ementa: Apresentar os elementos básicos da execução e da literatura pianística, com ênfase no desenvolvimento da lateralidade músico-motor (movimentos paralelo, contrário e oblíquo), na localização espacial segura das mãos sobre o teclado, bem como a execução de padrões melódicos e harmônicos simples (escalas, arpejos e acordes) e pequena variedade rítmica. Introdução aos elementos básicos da postura corporal (torso e membros superiores e inferiores).
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Reconhecimento e execução de tonalidades de Dó, Sol e Fá menores (harmônicas e melódicas), bem como suas escalas (ascendentes e descendentes com mãos separadas, em 01 oitava), arpejos, acordes (em estado fundamental, com cifras) e graus principais (I – IV e V);
b) Execução de trechos simples em movimentos paralelo, oblíquo (mãos juntas ou alternadas) e contrário;
c) Execução a partir do reconhecimento da posição das mãos;
d) Desenvolvimento da expressividade musical;
e) Execução de repertório adequado ao nível;
f) Compassos mistos e alternados simples: 5, 7 e 9 tempos;
g) Acento métrico dos compassos estudados;
h) Intervalos;
i) Transposição e harmonização de pequenos trechos musicais nas tonalidades estudadas;
j) Leitura à primeira vista de pequenos trechos musicais em uma clave (adultos).

Preparatório I
Ementa: Abordar os elementos envolvidos na produção sonora (mecânica e funcionamento do instrumento), a postura ao tocar (mãos, punhos, braços, torso, pernas e pés), aspectos musicais elementares (fraseado, articulações, agrupamentos etc.) e memorização.
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Introdução ao uso sistematizado do pedal direito (a tempo, sincopado e tremolo);
b) Reconhecimento e execução de padrões repetitivos melódicos (progressões, transposições, similitudes, paralelismos, inversões etc.) e de acompanhamento (basso ostinato, arpejos, acordes quebrados etc.);
c) Reconhecimento e execução de padrões expressivos (dinâmicas, agógica, variedade de andamentos);
d) Execução de escalas e arpejos (01 oitava, estado fundamental) com as mãos juntas, em movimentos paralelo e contrário, das tonalidades de Dó, Sol e Ré maiores e menores (forma harmônica);
e) Graus secundários da tonalidade (II, III, VI e VII);
f) Execução de repertório adequado ao nível;
g) Leitura à primeira vista de pequenos trechos em uma clave.

Preparatório II
Ementa: Abordar os elementos envolvidos na produção sonora (mecânica e funcionamento do instrumento), a postura ao tocar (mãos, punhos, braços, torso, pernas e pés), aspectos musicais elementares (noções de agógica, fraseado, articulações, andamento etc.) e memorização.
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Reconhecimento e execução de padrões repetitivos melódicos (progressões, transposições, similitudes, paralelismos, inversões etc.) e de acompanhamento (basso ostinato, arpejos, acordes quebrados etc.);
b) Reconhecimento e execução de padrões expressivos (dinâmicas, agógica, variedade de andamentos);
c) Execução de escalas e arpejos (01 oitava, estado fundamental) com as mãos juntas, em movimentos paralelo e contrário, das tonalidades de Lá e Mi maiores e menores (forma harmônica);
d) Reconhecimento de tonalidades maiores e menores, bem como de seus graus e campos harmônicos completos (tríades com suas respectivas cifras);
e) Aplicação sistematizada dos pedais direito e esquerdo;
f) Funções tonais.
g) Execução de repertório adequado ao nível.
g) Leitura à primeira vista de pequenos trechos em uma clave.

Aprofundamento: modalidade Piano Erudito
Básico I
Ementa: Aprofundar o trabalho técnico e musical, aprimorando a liberdade de movimento, a precisão digital, o trabalho de memorização, a expressividade musical. Introdução ao trabalho técnico aprofundado (peso de braço, articulações, ponta de dedo), à execução de progressões harmônicas e à forma binária. Compassos simples binários, ternários e quaternários com diferentes unidades de tempo.
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Introdução ao trabalho técnico digital sistematizado (articulações dos dedos) e sua integração aos elementos técnicos já estudados;
b) Reconhecimento da forma binária;
c) Execução de progressões harmônicas simples;
d) Execução de repertório adequado ao nível.

Básico II
Ementa: Aprofundar o trabalho técnico e musical, aprimorando a liberdade de movimento, a precisão digital, o trabalho de memorização, a expressividade musical. Execução de progressões harmônicas simples. Compassos simples e compostos binários, ternários e quaternários.
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Introdução ao trabalho técnico digital sistematizado (articulações) e sua integração aos elementos técnicos já estudados;
b) Reconhecimento da forma binária;
c) Execução de progressões harmônicas simples;
d) Execução de repertório adequado ao nível.
Intermediário I
Ementa: Recapitulação do trabalho técnico e musical dos níveis anteriores, com ênfase no aprimoramento da leitura através do trabalho de repertório. Introdução de noções estilísticas, sobretudo no emprego de pedais, toques e articulações. Introdução à transposição de pequenos trechos e aos estudos técnicos de agilidade, velocidade e clareza digital. Compassos mistos e alternados simples. Quiálteras.
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Introdução ao controle de profundidade do pedal;
b) Toque legato (digital, com pulso e deslocamento de antebraço), portato, acentos e diferentes formas de staccato (digital, com pulso, antebraço etc.);
c) Progressão da dificuldade rítmica em relação aos níveis anteriores;
d) Execução de repertório adequado ao nível, incluindo estudos técnicos de agilidade, velocidade e clareza digital.

Intermediário II
Ementa: Recapitulação do trabalho técnico e musical dos níveis anteriores, com ênfase no aprimoramento da leitura através do trabalho de repertório. Aplicação sistematizada das noções estilísticas aprendidas anteriormente. Transposição de pequenos trechos e execução de estudos técnicos de agilidade, velocidade e clareza digital. Compassos mistos e alternados compostos. Síncope e contratempo.
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Aplicação sistematizada dos toques legato (digital, com pulso e deslocamento de antebraço), portato, dos acentos e das diferentes formas de staccato;
b) Progressão da dificuldade rítmica em relação aos níveis anteriores;
c) Execução de repertório adequado ao nível, incluindo estudos técnicos de agilidade, velocidade e clareza digital.

Fundamental I
Ementa: Aprofundamento do trabalho técnico e estilístico, com a inserção de novos elementos. Execução de polifonia imitativa a 02 vozes. Transposição de pequenos trechos. Introdução às formas (binárias, ternárias e/ou livres) de pequena e média duração. Tétrades.
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Execução de polifonia imitativa a 02 vozes.
b) Transposição de pequenos trechos;
c) Execução de repertório adequado ao nível.

Fundamental II
Ementa: Aprofundamento do trabalho técnico e estilístico, com a inserção de novos elementos. Execução de polifonia imitativa a 02 vozes. Transposição de pequenos trechos (½ tom acima). Introdução às formas (binárias, ternárias e/ou livres) de pequena e média duração e à forma sonatina. Acordes com 5 ou mais sons.
Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Execução de polifonia imitativa a 02 vozes.
b) Execução de repertório adequado ao nível;
c) Execução e análise da forma sonatina.

Avançado I e II
Ementa: Sedimentar os princípios técnicos e musicais desenvolvidos nos níveis anteriores, de forma a preparar o aluno para prosseguir seus estudos em nível técnico ou superior. Introdução à forma sonata. Execução de polifonia imitativa a 03 ou mais vozes. Compreensão histórica do repertório executado. Apresentação final (recital de formatura). Revisão dos conteúdos teóricos.

Habilidades a serem desenvolvidas:
a) Execução de polifonia imitativa a 03 ou mais vozes;
b) Execução e compreensão da forma sonata;
c) Leitura à primeira vista em 2 claves;
d) Capacidade de comentar e contextualizar historicamente o repertório estudado (aspectos estilísticos, sociais, biográficos etc.).
e) Execução de repertório adequado ao nível.

Aprofundamento: modalidade Ateliê Pianístico
Objetivo: A modalidade Ateliê Pianístico é voltada aos alunos que buscam uma formação menos específica quanto ao tipo de repertório, mas mais abrangente. Sendo assim, é ideal para aqueles que desejam incluir o estudo de peças de música popular, iniciação à composição e aplicação do piano ao estudo de regência, teoria musical, percepção e harmonia. Também é voltado àqueles que pretendem se dedicar ao repertório erudito, mas não pretendem se profissionalizar.

Estruturação e duração: Esta modalidade tem duração de 06 semestres.
Devido à sua flexibilidade ante as necessidades do aluno, o currículo possui uma parte fixa e outra a ser definida em conjunto pelo professor, pelo aluno e a Coordenação Pedagógica da área. Na parte fixa serão abordados os elementos fundamentais a qualquer execução pianística (acordes, escalas, arpejos, aspectos técnicos e posturais), e o restante do programa será voltado às necessidades e expectativas práticas do aluno em relação ao estudo do instrumento. Será dada ainda ênfase à prática em conjunto, seja em música erudita ou popular, autoral ou não.
Ao final de cada semestre, os alunos deverão apresentar-se em um dos eventos promovidos pela escola, além de realizarem uma avaliação teórica. Para aqueles que obtiverem parecer favorável da coordenação de área, será emitido um certificado de conclusão de nível sem aproveitamento (nota), contendo a carga horária do curso e os conteúdos estudados no semestre.
Após o fim dos estudos nesta modalidade, aqueles que desejarem poderão seguir seus estudos pianísticos no Módulo de Aperfeiçoamento, a fim de aprimorar os conhecimentos técnicos e musicais adquiridos ao longo do curso de piano/ modalidade e seus estudos. Poderão também ingressar em um dos níveis da modalidade Piano Erudito, desde que aprovados em teste de nivelamento.

Conteúdo programático fixo
1º semestre

  • Edna Mae Burnam: A dose do dia (volume 3): Grupos I a III (com transposições).
  • Revisão das escalas e arpejos dos tons de Dó, Sol, Ré, Lá e Mi maiores e menores, em movimentos paralelo e contrário (2 oitavas).
  • Acordes das tonalidades estudadas (todos os graus), cifras e progressões simples (3 a 5 acordes).
  • Graus e funções harmônicas principais.
  • Compassos binários, ternários e quaternários simples com várias unidades de tempo.
  • 01 peça de livre escolha.
  • Prática de conjunto: piano a 4 mãos (com professor).

2º semestre

  • Edna Mae Burnam: A dose do dia (volume 3): Grupos IV e V (com transposições).
  • Escalas e arpejos de Fá e Si maiores e menores, em movimentos paralelo e contrário (2 oitavas).
  • Acordes das tonalidades estudadas (todos os graus), cifras e progressões simples (3 a 5 acordes).
  • Graus e funções harmônicas secundários.
  • Compassos binários, ternários e quaternários simples e compostos.
  • 01 peça de livre escolha
  • Prática de conjunto: piano a 4 mãos (com professor).

3º semestre

  • Edna Mae Burnam: A dose do dia (volume 4): Grupos I a III (com transposições).
  • Escalas e arpejos de Sib, Mib e Láb maiores em movimentos paralelo e contrário (02 oitavas).
  • Acordes de 3 a 4 sons das tonalidades estudadas, cifras, progressões harmônicas com modulações para tons vizinhos, acordes-pivô e inversões de acordes.
  • Substituição de acordes I: funções principais e suas substituições.
  • Compassos mistos simples.
  • 01 peça de livre escolha
  • Prática de conjunto: piano a 4 mãos (com professor ou aluno).

4º semestre

  • Edna Mae Burnam: A dose do dia (volume 4): Grupos IV e V (com transposições).
  • Escalas de Sib, Mib e Láb menores em movimentos paralelo e contrário (02 oitavas).
  • Acordes de 3 e 4 sons das tonalidades estudadas (estado fundamental e inversões), cifras, progressões harmônicas com modulações para tons vizinhos.
  • Substituição de acordes II: subtônica e dominante substituta (bII)
  • Compassos mistos compostos.
  • 01 peça de livre escolha
  • Prática de conjunto: piano a 4 mãos ou música de câmara (com professor ou aluno).

5º semestre

  • Edna Mae Burnam: A dose do dia (volume 5): Grupos I a III (com transposições).
  • Escalas de Solb (Fá#) e Réb (Dó#) maiores em movimentos paralelo e contrário (02 oitavas).
  • Acordes e arpejos de 3 e 4 sons das tonalidades estudadas (estado fundamental e inversões), cifras, progressões harmônicas com modulações para tons vizinhos.
  • Acordes de 5 ou mais sons.
  • Passagens modulantes I: modulações por 4ªs e 5ªs, cadências (perfeita, plagal, de engano).
  • Resoluções de acordes de sétima da dominante e diminutos com sétima.
  • 01 peça de livre escolha
  • Prática de conjunto: piano a 4 mãos, música de câmara, prática de banda ou acompanhamento vocal ou instrumental (com alunos).

6º semestre

  • Edna Mae Burnam: A dose do dia (volume 5): Grupos IV e V (com transposições).
  • Escalas de de Solb (Fá#) e Réb (Dó#) menores em movimentos paralelo e contrário (02 oitavas).
  • Acordes de 3 e 4 sons das tonalidades estudadas (estado fundamental e inversões), cifras, progressões harmônicas com modulações para tons vizinhos.
  • Progressões modulantes II: com 2ª menor interpolada.
  • Acorde-pivô, função-mediante e modulações por 3ªs e para tons distantes.
  • 1 peça de livre escolha
  • Prática de conjunto: piano a 4 mãos, música de câmara, prática de banda ou acompanhamento vocal ou instrumental (com alunos).

Aperfeiçoamento

Objetivo: O módulo de aperfeiçoamento é voltado aos alunos que já concluíram seus estudos nas modalidades Piano Erudito ou Ateliê Pianístico e desejam continuar estudando na mesma modalidade a fim de aprimorar os conhecimentos já adquiridos, bem como sua prática artística.
Neste estágio, será exigido do aluno pleno domínio dos conteúdos desenvolvidos nas modalidades concluídas, ainda que seja possível realizar revisão dos conteúdos e habilidades já estudados. Será exigida ainda a participação em atividades parapedagógicas e em apresentações públicas, seja como ouvinte ou executante.
Estruturação e duração: O curso não tem duração definida e não está divido em níveis, podendo ser realizado indefinidamente. Ao final de cada semestre, será conferido um certificado sem aproveitamento, com a carga horária do curso e os conteúdos desenvolvidos.
Conteúdo programático: a definir em conjunto pelo professor, pelo aluno e pela Coordenação Pedagógica da área. Serão considerados tanto as expectativas do aluno quanto seu histórico escolar, com o objetivo de detectar as possíveis carências e dificuldades que ainda precisam ser vencidas, bem como os métodos que deverão ser empregados.



PRÁTICA DE BANDAS

Curso Livre com encontros semanais que tem como principal objetivo colocar em "prática" o que se estuda em sala de aula, estimular o contato com outros músicos, preparar os alunos para suas apresentações e proporcionar a troca de informações criando maior integração entre os alunos.



SAXOFONE

O curso é composto por três estágios, o método ensina através de exercícios e CD de apoio, utilizando um repertório rico, que com certeza agradará os amantes do Sax.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 - História e Definições sobre Saxofone, Noções Básicas de Teoria Musical, Valores das notas, Ponto de Aumento, Ligadura, Fermata, Virgulas, Linhas Suplementares Superiores e Inferiores, Compassos, Rottornellos, Notas Musicais, Postura, Embocadura, Posições no Instrumento, Exercícios de Respiração, Exercícis Técnicos, exercícios com variações Ritmicas, Repertórios Aplicativos.

ESTÁGIO 2 - Definições sobre o Saxofone, Noções Básicas de Teoria Musical, Sinais de Alteração, Enarmonia, Notas Graves e Agudas, Sícopes, Tonalidade, Sinais de Repetição,Armadura de Clave, Cifras, Repertório Aplicativo.



TECLADO HOLANDA

Contém 20 lições que nasceram do sonho de proporcionar a alunos e auto didatas um instrumento para aprenderem a tocar teclado de forma rápida, correta e estimulante.

As músicas foram desenvolvidas respeitando o processo gradativo de aprendizagem, inserindo novidades para que os alunos assimilem de maneira clara e  “Sem Stress” o que permite um excelente desempenho na sua carreira musical.

A teoria é apresentada de forma prática aplicada ao uso do instrumento, o qual garante melhor assimilação.

Dedicação e amor são ingredientes indispensáveis para desenvolver e concretizar os ideais deste método inovador e maravilhoso.



TECLADO

Estágio A: objetiva formar no aluno os conceitos e noções fundamentais sobre a execução e teoria musical, o funcionamento do instrumento, a percepção e leitura, de forma prazerosa e com repertório adequado à idade dos alunos.

Teclado Infantil (alunos que começaram a estudar entre 07 e 09 anos)
Nível Preparatório: introduzir os fundamentos da música, em especial a leitura, os parâmetros do som, a prática de repertório adequado ao nível e à apreciação musical (conteúdos previstos no planejamento KIDS).
Níveis Básico e Intermediário: trabalho musical elementar, com ênfase na prática de repertório aliada ao estudo paulatino de teoria musical. Deverão ser trabalhados os seguintes aspectos ao longo das aulas:

  1. prática de repertório;
  2. conhecimento da literatura musical, gêneros, estilos, história da música e desenvolvimento da apreciação musical;
  3. desenvolvimento gradativo da leitura nas claves de sol e de fá, de cifras e da percepção auditiva;
  4. conhecimentos elementares de harmonia (graus e acordes principais das tonalidades maiores e menores);
  5. desenvolvimento da coordenação motora e da dissociação muscular (movimentos contrário, paralelo, oblíquo e com mãos alternadas);
  6. aspectos técnicos elementares (posições básicas, deslocamentos, postura etc.);
  7. atividades de harmonização.

Teclado Juvenil (alunos que iniciaram os estudos a partir de 10 anos até 13 anos)
Níveis Básico e Intermediário: trabalho musical elementar, com ênfase na prática de repertório aliada ao estudo paulatino de teoria musical. Deverão ser trabalhados os seguintes aspectos ao longo das aulas:

  1. prática de repertório;
  2. conhecimento da literatura musical, gêneros, estilos, história da música e desenvolvimento da apreciação musical;
  3. desenvolvimento gradativo da leitura nas claves de sol e de fá, de cifras e da percepção auditiva;
  4. conhecimentos elementares de harmonia (graus e acordes principais das tonalidades maiores e menores);
  5. desenvolvimento da coordenação motora e da dissociação muscular (movimentos contrário, paralelo, oblíquo e com mãos alternadas);
  6. aspectos técnicos elementares (posições básicas, deslocamentos, postura etc.);
  7. atividades de harmonização.

Teclado Adulto (a partir de 14 anos)
Níveis Básico e Intermediário: trabalho musical elementar, com ênfase na prática de repertório aliada ao estudo sistematizado de teoria musical. Deverão ser trabalhados os seguintes aspectos ao longo das aulas:

  1. prática de repertório;
  2. conhecimento da literatura musical, gêneros, estilos, história da música e desenvolvimento da apreciação musical;
  3. desenvolvimento gradativo da leitura nas claves de sol e de fá, de cifras e da percepção auditiva;
  4. conhecimentos elementares de harmonia (graus e acordes principais das tonalidades maiores e menores);
  5. desenvolvimento da coordenação motora e da dissociação muscular (movimentos contrário, paralelo, oblíquo e com mãos alternadas);
  6. aspectos técnicos elementares (posições básicas, deslocamentos, postura etc.);
  7. atividades de harmonização.

Estágio B: tem por objetivo consolidar o trabalho musical do estágio anterior, de modo a desenvolver a autonomia, criatividade, destreza técnica e aprofundar os conhecimentos teóricos, de harmonia, história da música, apreciação musical e prática de conjunto.

Níveis Fundamental e Avançado: trabalho musical avançado, com ênfase na prática de repertório aliada ao estudo sistematizado de teoria musical, harmonia e arranjo. Deverão ser trabalhados os seguintes aspectos ao longo das aulas:

  1. prática de repertório (solo e em conjuntos instrumentais e/ou vocais variados);
  2. conhecimento da literatura musical, gêneros, estilos, história da música e desenvolvimento da apreciação musical;
  3. fluência na leitura e grafia musical nas claves de sol e de fá, de cifras e da percepção auditiva;
  4. conhecimentos de harmonia (campos harmônicos completos das tonalidades maiores e menores, escalas modais, substituições de acordes, funções tonais);
  5. execução a duas mãos (mão esquerda – acordes parados e padrões rítmicos);
  6. aspectos técnicos variados (conforme o repertório);
  7. atividades de harmonização e arranjo.

Nível Final: trabalho musical avançado, com ênfase na prática de repertório aliada ao estudo sistematizado de teoria musical, harmonia e arranjo. Neste nível, os alunos deverão ser capazes de integrar os elementos técnicos, teóricos e os conhecimentos de harmonia e arranjo de modo a elaborar suas próprias composições. Também deverão mostrar habilidade de integrar pequenos conjuntos musicais (preferencialmente bandas) e elaborar pequenas improvisações ao teclado. Deverão ser trabalhados os seguintes aspectos ao longo das aulas:

  1. prática de repertório;
  2. conhecimento da literatura musical, gêneros, estilos, história da música e desenvolvimento da apreciação musical;
  3. revisão dos conteúdos teóricos e de harmonia e arranjo dos níveis anteriores;
  4. execução a duas mãos (mão esquerda – acordes parados e padrões rítmicos);
  5. aspectos técnicos variados (conforme o repertório);
  6. atividades de harmonização, arranjo, improvisação e composição.


TEORIA PRÁTICA

Composto de três volumes, todos com exercícios práticos, ensina a teoria de maneira simples e agradável, com uma diagramação de fácil assimilação e mais de 350 testes. Neste curso ensinamos desde escalas, Intervalos, Inversões, até Formação de Acordes.


PROGRAMA
VOLUME 1 - Introdução, Notação Musical, Claves, Valores das Notas, Ligadura, Pontos, Compassos, Clave De Fá, Compassos Simples, Acidentes Musicais, Semitom, Tom, Compassos Compostos, Dinais de Execução, Quiálteras, Métrica, Dinâmica.

VOLUME 2 - Intervalos, Escalas, Escalas Maiores com Sustenidos, Regras, Escalas Maiores com bemóis, Regras para se achar os Bempois, Ciclo das Quintas, Escalas menores Pura, Harmônicas e Melódica, Tonalidade.

VOLUME 3 - Classificação dos Intervalos, Inversão dos Intervalos, Tons Vizinhos, Transposição, Acordes de 3 Sons, 4 Sons, 5 e mais Sons, Inversão de Acordes, Encadeamento de Acordes, Teste Final.



TÉCNICA VOCAL

Com o surgimento dos aparelhos domésticos de karaokê, aumentou consideravelmente o interesse pelo estudo da Técnica Vocal. A TKT e Lyba Serra não poderiam deixar de lançar o Curso TKT de Técnica Vocal. É também um curso inovador, onde destacamos as técnicas e práticas para o desenvolvimento e aperfeiçoamento da arte de cantar. Um método especial para os que curtem o karaokê, pretendem cantar em banda, coral, ou simplesmente desfrutar dessa arte.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 - Consciência Respiratória, Exercícios respiratórios, Respiração Torácica e Abdominal, Padrão Básico de Aquecimento Muscular, Mecanismo de Apoio, Exercícios de Duração, Humming, Mecanismo de Fonação, Alondamento e Aquecimento, Diafragma, Exercícios Técnicos, Percepção Melódica, Pêndulo Respiratório, Preparando o Repertório, Vibração espacial com a vogal A, Registros Vocais, Prática para o palco.

ESTÁGIO 2 - Aquecimento: Rotação de cabeça, Movimento de Sim, e de Não, Rotação Ombros, Portamento em Lábio ou Lingua, Chacoalhar Mõs e Pés, Rotação de Quadris.
Exercícios Respiratórios: Abdominal, Duração em S sentado, em pé, Staccattos em S, Meio Bocejo, Respiração Buco Nasal, Expansão dos Intercostais, Trenzinho, Percepção da Apnéia, Expansão da Parte alta do Retoabdominal
Exercícos de Duração, Técnica, Prática, Técnica Aplicada, Interpretação, Lição de Casa

ESTÁGIO 3 - Aquecimento, Apoio Respiratório, Vocalizes, Intervalos 4#, Técnica Aplicada, Desaquecimento, Intervalo 6m, 5J, 4j, 3M, 6m, Inversão de Intervalos 3m, 6M, 2m, 7M, Vocalizes Adicionais, Tríade Maior, Tríade maior com 7M, Tríade Menor com Sétima, Variações na Escala Cromática, Intervalo Diminuto.



VIOLA CAIPIRA

A viola caipira nasceu na França, e foi trazida para o Brasil pelos portugueses.

Por muito tempo permaneceu na zona rural, e as técnicas para tocá-la eram passadas de pai para filho. Àquela época ainda não havia material didático sobre o instrumento. Atualmente a viola ocupa um merecido espaço na música, não só de raiz, como também  em vários outros estilos.

A cada momento, mais e mais pessoas se apaixonam pelo seu som, meios chorus, melancólico e romântico. É comum encontrar pessoas que, ao escutarem o som da viola caipira, derramam lágrimas. Seu timbre desperta emoções tanto no ganhador, quanto no perdedor.

Exercícios e melodias consagradas pelo público, para solo e acompanhamento, em proporção crescente, estão programadas para que você possa avançar devagar e sempre até dominar a arte de tocar esse instrumento. Para reforçar seu estudo, é recomendável procurar um professor, observar pessoas tocando e ouvir muita música de viola, com a máxima atenção.

O segredo para aprender é ter paciência, treinar, treinar, treinar, descansar e começar a treinar outra vez.

Método: Repertório de Ouro para Viola Caipira – Enúbio Divino de Queiroz 

Editora: Ricordi



VIOLA CLÁSSICA

A viola clássica do violino se distingue pelo timbre mais grave e aveludado, semelhante a sua avó, a viola de ganba (instrumento renascentista) e também é conhecida como viola da braccio.

Curiosidade: o violino deriva da viola da braccio e da rabeca. a família do violino data do século XVI. A partir do século XVIII foi incorporado nas capelas musicais. O violino deriva da viola de braccio e da rebeca (rabeca). A família do violino data do século XVI. A partir do século XVIII, o violino foi incorporado nas capelas musicais. Graças ao italiano António Stradivari (1644-1737).



VIOLÃO SOLO

É um curso inovador no Brasil. Composto também por 6 volumes, trata o Violão com todo o destaque que ele merece. Elaborado por Luis Stelzer, professor universitário, que domina tanto o erudito como o popular. O aluno que completa o seu curso, será sem dúvida um violonista de verdade.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 - escrita Musical, Notas no Violão, Nomenclatura, Exercícios, Linhas Suplementares, 4a Corda, 5a Corda, Valores Positivos e Negativos, Sinais de Alteração,m Chave 1 e 2, 6a Corda, Fórmula de Compasso, Quiáltera, Armadura de Clave, Cifras, Acordes, Acompanhamento, Repertórios

ESTÁGIO 2 - Notas no Violão até a 5a casa, Mão Direita e esquerda - Nomenclatura, Cifras, Acordes Maiores, Menores er com 7a, Sinais de Repetição, Acorde com Pestana, Compassos Compostos, Repertórios e novos acordes.

ESTÁGIO 3 - T~ercinas, Notas no Violão até 12a casa, Exercícios, Legato, Padrões Ritmicos, Quadro de novos acordes, Repertórios

ESTÁGIO 4 - Escalas Maiores e Menores Pura, Harmônica e Melódica, Solfejo Rítmico, Tonalidade, Tom Maior, Tom Menor, Armadura de Clave com Sustenidos e Bemóis, Modulação, Enarmonia, Repertórios com aplicaçaõ do aprendizado.

ESTÁGIO 5 - Formação dos acordes , Acorde com sétima menor, Acordes com Sétima Maior, Intervalos de 5a Aum, 7a Dim, Intervalos Composto, Acordes Meio Diminutos e Diminutos, Acordes com 7am e 9aM, Acordes com 7aM e 9aM, Acordes com 6aM, Acordes com 7am e 13aM ou m, Acordes com 9a Adicionada, Montagem de Acordes, Transformação de Acordes, Exercícios aplicativos e Repertórios

ESTÁGIO 6 - Ritmos, Acordes de 5 sons, Exercícios com notas repetidas, Ritmos na Melodia, Bossa Nova, Samba, Modulação, Formação dos acordes e repertórios.



VIOLÃO POPULAR

Atendendo pedidos das nossas escolas autorizadas, criamos novamente junto com o professor Luis Stelzer o Curso TKT de Violão Popular, composto por 3 estágios. Trata-se de um curso mais leve e fácil, onde ensinamos a posição dos acordes e os padrões rítmicos. É um curso específico para quem quer apenas acompanhar e cantar.

PROGRAMA

ESTÁGIO 1 - Partes do Violão, Afinação, As Mãos, Postura, Apresentação dos novos acordes, Ritmo, Cifras, Rittornello, padrões Ritmicos, Chave 1 e 2, Sinais de Repetição, Letras dé Músicas para acompanhar com os padrões sugeridos.

ESTÁGIO 2 - Valores Semínima e Colcheia, Novos Acordes, Novos Padrões de Acompanhamento, Síncope, Semicolcheias, Repertórios com letras das músicas para acompanhar..

ESÁGIO 3 - Grade com formações de Acordes, Tablatura, Convenções, Ritmos, Introdução, Dedilhados, Repertório com letras e introduções.

AVANÇADO - Leitura de Partituras, Valores Positivis e Negativos, Tablatura, escala Musical, Tons e Semitons, Intervalos, transporte de Tonalidade, Formação de Adordes, Banco de Acordes, Análise Musical dos arranjos, com sugestões para execução e introdução. Execução de moderada a difícil.



VIOLINO

No curso de violino o aluno aprende a técnica básica do instrumento e com o avanço do estudo se trabalha musicalidade e estilos, sendo assim, o curso de Violino é divido em 4 estágios, que são acumulativos e podem coexistir (não é necessária a conclusão de um estágio até o final para iniciar outro estágio). Trabalha-se com material de apoio no decorrer do curso (CDs, DVDs, Assistir Apresentações) sempre situando a parte teórica e histórica.

Métodos de Violino e Estudos – escalas, detaché, legato, spicatto, vibrato, articulação, mudança de posição, cordas duplas, trinado, martelé, etc.

Violino e Orquestra - peças do repertório de violino com orquestra. (Concertos de Bach, Vivaldi, Mozart, entre outros)

Violino e Piano - peças do repertório do violino com piano. (Concertos, sonatas e demais peças para Violino e Piano)

Violino Solo - peças para violino  sem nenhum acompanhamento. (Bach sonatas e partitas, Bartok, Ysaye, Paganini, etc)

 
 
 
 
 
 

Webmail Interno